5 Dicas para uma Gestão de Processos com Sucesso

2

5 Dicas para uma Gestão de Processos com Sucesso

No meio empresarial, trabalhar com processos é o mesmo que se falar em eficiência, qualidade, e redução de custos. A necessidade de alteração da dinâmica das organizações em razão da competitividade do mercado, e também do avanço da tecnologia, tem feito com que a gestão de processos seja aperfeiçoada a cada dia, com a finalidade de fazer com que o negócio cresça e se torne mais lucrativo.

A necessidade de se organizar:

A tendência da gestão dos processos cresce cada dia mais em função de alguns fatores, de acordo com a dinâmica atual do meio empresarial, e entre os principais, estão eles:

  • Necessidade de aumentar a eficiência e a rapidez na disponibilização de produtos ou serviços devido ao aumento da demanda do mercado.
  • Implantação de sistemas informatizados (ERP), o que exige que o mapeamento de processos seja realizado.
  • Constantes mudanças no ambiente provocadas pela velocidade de circulação de informações.
  • Compreendendo um pouco esta realidade, podemos ressaltar cinco dicas que podem fazer todo o diferencial dentro do ambiente produtivo. São elas:

 

1. Traduzir o negócio em processos:

Neste passo, os processos mais importantes para o negócio, assim como aqueles que lhe oferecem suporte, deverão ser identificados. Estes processos devem ser definidos dentro da visão estratégica do empreendimento, voltados para o alcance das metas e para a redução de custos. A partir desta definição, um mapa de processos deverá ser desenhado e definido.

 

2. Mapear e detalhar processos:

Após mapear os processos, cada um deles deve ser desmembrado e descrito de forma detalhada, o que permite gerir os custos de cada um, assim como definir a quantidade de pessoas destinadas a aquela finalidade de maneira mais assertiva.

 

3. Definir indicadores:

Tão importante como identificar e standardizar os processos, é definir indicadores e metas para que cada um desses esteja em constante evolução.

 

4. Identificar oportunidades de melhorias:

A gestão de processos deverá ser constituída de forma a evitar a perda de eficiência, o retrabalho e o desperdício de esforços. Desta forma, as oportunidades de melhoria deverão ser identificadas e através de quatro princípios básicos: o incremento, a simplificação, a automatização, e a eliminação de atividades excessivamente onerosas.

 

5. Trabalhar na mudança da cultura da empresa:

Será necessário promover uma mudança de cultural no seio da empresa, quando se começa a trabalhar com a gestão de processos. Não se trata apenas de alterar a forma de realizar o trabalho, mas sim investir em formação e fazer com que todos se envolvam com o trabalho e adquiram um senso autocrítico mais robusto. Em função disso é que a gestão de processos deverá ser instituída no negócio de maneira planeada e progressiva.