Categoria: PRIMAVERA

16 Set 2021
Gestão de manutenção: o que é e como otimizar 1

Gestão de manutenção: o que é e como otimizar

Gostaria de fazer algumas mudanças na gestão de manutenção da sua empresa para melhorar a confiabilidade das suas operações e diminuir as falhas?

Então, precisa de definir as tarefas de manutenção adequadas que permitam minimizar o tempo de inatividade do equipamento e um uso eficaz dos recursos para alcançar resultados ao menor custo possível.

O que é gestão de manutenção?

A gestão de manutenção envolve profissionais de áreas técnicas, administrativas, financeiras e de tecnologia. Juntos, são responsáveis por garantir uma operação sustentável, ou seja, trabalham com o objetivo de controlar os custos, tempo e recursos para assegurar a eficiência das operações de manutenção. E o que podemos entender por eficiência das operações de manutenção? A eficiência carateriza-se pela redução do desperdício de recursos ou até mesmo pelo fim das paralisações em certos equipamentos, na medida em que é possível evitar as mesmas, através de uma manutenção preventiva.

Manter uma gestão de manutenção eficiente é crucial para se diferenciar da concorrência, pois quanto maior a durabilidade de equipamentos, mais lucros terá e os consumidores poderão ter acesso a produtos com maior qualidade e a preços mais atraentes.

O que é a otimização de manutenção?

A otimização consiste em planear as próximas atividades da manutenção, com base no histórico de falhas dos equipamentos. O processo de otimização de manutenção engloba as seguintes fases:

  1. Recolha de dados

Ter dados nem sempre é o mesmo que ter os dados corretos e, para que a gestão de manutenção passe de reativa para preditiva, é fundamental entender o valor dos dados confiáveis para que depois possam ser rastreados e usados para melhorar processos.

  1. Análise e identificação de problemas

Os dados recolhidos devem ser analisados ​​para identificar os problemas mais críticos. É importante perceber se os pontos de falha estão dentro dos parâmetros aceitáveis, em correspondência com as especificações do fabricante do equipamento ou com os padrões do setor. Caso os pontos de falha se desviem significativamente do normal, é sinal de que é necessária uma otimização.

  1. Implementação da estratégia

Após identificados os problemas, é necessário definir qual o membro da equipa que será responsável por qualquer ação necessária para resolver os mesmos. Também é importante definir quem irá monitorizar o resultado das ações efetuadas. A gestão da manutenção deve ser contínua.

Avalie os benefícios do Valuekeep. Fale connosco e peça a sua demonstração grátis!

13 Set 2021
3 motivos para migrar para a v10 do PRIMAVERA 2

3 motivos para migrar para a v10 do PRIMAVERA

Sabe o que significa poder tomar as melhores decisões de uma forma rápida? Aumento de produtividade e rigor, que significam um crescimento acelerado e com sustentabilidade.

E como conseguir isso? Através de um sistema de gestão ágil, flexível e seguro, tal como o Primavera v10. Estas funcionalidades são o futuro, por isso, não fique para trás!

Com a nova versão do ERP PRIMAVERA é possível:

  • Implementar facilmente o RGPD;
  • Acompanhar a evolução legal e fiscal, sem grandes preocupações;
  • Obter uma gestão central e coesa do negócio.

 

Porque deve migrar para a versão 10 do PRIMAVERA?

1. Revisão dos processos internos

Por vezes, as empresas não colocam como prioridade a revisão dos seus processos internos, porque consideram existir outras prioridades, para além de que se pode verificar alguma inércia em relação às mudanças.

No entanto, rever os processos internos é uma tarefa muito importante, que pode ter influência direta e originar melhorias nos resultados da operação global da empresa. A migração para uma nova versão de software é então um excelente momento para analisar esses mesmos processos, identificar o que poderia ser melhorado e definir novos procedimentos que permitam agilizar e automatizar as tarefas, o que poderá resultar num aumento de eficiência e crescimento do negócio.

2. Sistema mais intuitivo e personalizado

A nova versão do ERP PRIMAVERA foi desenhada para tornar todo o processo mais simples, desde a fase de inicialização do software, até à atualização automática e contínua.

O espaço de operação disponível foi aumentado, o que permite aumentar a produtividade, através de uma nova área de trabalho.

Com a v10 pode selecionar os menus de acordo com as operações que efetivamente realiza e configurar os ecrãs livremente, em função dos conteúdos do seu interesse em determinado momento.

3. Gestão do inventário sem preocupações

O PRIMAVERA V10 inclui um novo módulo de inventário que suporta operações complexas de gestão de armazéns, com o apoio de automatismos que aceleram as atividades e eliminam os erros.

É possível fazer a gestão multidimensional de artigos, de números de série, multiunidades, artigos substitutos e associados, tratamento de lotes, datas de criação e validade, fórmulas, estratégias de sequenciação (FIFO, LIFO, etc.), perecibilidade, e muito mais.

Planeia antecipadamente a sua migração contactando um Business Developer da Pontual.

13 Set 2021
Tecnologia Track & Trace chega ao Primavera Manufacturing 3

Tecnologia Track & Trace chega ao Primavera Manufacturing

Já é conhecida a última novidade da PRIMAVERA para o setor da produção industrial.

Esta nova solução permite acompanhar as operações de chão de fábrica ao minuto, a partir de qualquer lugar, recorrendo a dispositivos móveis, uma funcionalidade que irá caracterizar a era da indústria 5.0.

Através do Track & Trace consegue saber quanto tempo as máquinas ficam paradas, as quantidades fabricadas em cada centro de trabalho e acompanhar o Overall Equipment Effectiveness e os seus componentes.

Esta informação permite uma boa gestão do chão de fábrica e, consequentemente, um maior controlo da produção, na medida em que é possível identificar falhas ou erros de fabrico e de segurança.

“Duas das grandes vantagens do Track & Trace são a maior transparência e mobilidade no acesso à informação através de um painel de controlo dinâmico. O planeamento gráfico também simplifica as ordens de fabrico e tudo isto permite uma fusão da área produtiva e administrativa, cruzando dados das várias áreas, facilitando o trabalho dos profissionais na fábrica ou noutro local”, explica David Afonso, Senior Vice President da PRIMAVERA BSS.

2 Grandes vantagens da gestão em tempo real do chão de fábrica

  1. Monitorização constante dos processos

É possível ter acesso à informação das operações em curso, o que permite monitorizar os níveis de produção, bem como tomar melhores decisões.

  1. Maior produtividade e redução de custos

O facto de conseguir prevenir a ocorrência de falhas evita paragens indesejadas na produção, aumentando a produtividade e diminuindo os custos.

Comece agora mesmo a acompanhar a evolução das ordens de trabalho onde e quando quiser.

Esta solução oferece-lhe:

  • Maior visibilidade da produção
  • Maior transparência e mobilidade no acesso à informação
  • Alarmística sobre eventos de exceção

28 Abr 2021
Eye Peak: rigor e assertividade no armazenamento e distribuição de mercadorias 4

Eye Peak: rigor e assertividade no armazenamento e distribuição de mercadorias

Cumprir os timings exatos de entrega de uma encomenda, com qualidade e rigor, é uma pressão constante, que conhece muito bem. Garantir uma resposta célere e exímia é complexo! Principalmente quando há tantas variáveis em causa.

Já pensou que a solução pode estar no sistema de WMS (Warehouse Management Solution)?

Acabe com os problemas de organização e gestão de espaços de armazenagem. Elimine erros na gestão de encomendas. Otimize o planeamento das entregas. Impulsione a rentabilidade.

Com o Eye Peak, os resultados são garantidos:

  • Otimização de espaço disponível em armazém
  • Redução de custos de armazenagem
  • Eficiência na distribuição de mercadorias e gestão de entregas
  • Rápida resposta aos pedidos dos clientes
  • Integração simples com qualquer sistema de gestão
  • Rentabilização dos recursos e do investimento efetuado

Veja como usar a solução Eye Peak na prática:

 

Entre em contacto para saber como a Pontual o pode ajudar a implementar esta solução.

28 Abr 2021
Dashboards de Gestão no ERP Primavera 5

Dashboards de Gestão no ERP Primavera

O ERP Primavera tem já disponível uma solução de gestão que recorre a tecnologia inteligente responsável por congregar e processar informação relevante sobre o seu negócio e a torna rapidamente acessível através de dashboards atualizados em tempo real.

 

Tome decisões fundamentadas em números

Sempre reconheceu que para tomar decisões fundamentadas é importante ter acesso a indicadores de monitorização da performance, mas o seu sistema de gestão não comporta informação analítica? Pois bem, agora, o seu ERP Primavera já está dotado de tecnologia inteligente para que possa consultar dashboards de gestão e rapidamente tomar decisões bem fundamentadas. 

 

Dashboards sobre várias áreas operacionais

Acompanhe indicadores sobre as áreas de vendas, compras, inventário, financeira, recursos humanos e produção, apresentados sob a forma de gráficos visualmente apelativos e de fácil interpretação, que ajudam a monitorizar a performance e a acompanhar ao minuto o cumprimento dos objetivos e as metas delineadas para os vários departamentos. 


Conheça os dashboards de gestão disponíveis na versão 10 do ERP e comece já a tomar decisões mais sustentadas, com a rapidez que a dinâmica atual do mercado exige.

 

Entre em contacto para saber como a Pontual o pode ajudar a implementar esta solução.

21 Dez 2020
Mulher compra online através do smartphone

Compras online, uma tendência que veio para ficar

Os hábitos de consumo alteraram-se significativamente e as compras online começaram a ganhar mais força. Hoje, ter presença online não é uma moda, não é só mais uma estratégia entre muitas e também já não é apenas uma tendência: é uma necessidade.

(mais…)

21 Dez 2020
Tendências na gestão logística em 2021

As principais tendências na gestão logística

A pandemia da COVID-19 obrigou à mudança e adaptação de vários hábitos dos consumidores, obrigando também o comércio e as áreas de suporte a um grande reajuste. Para 2021, o setor da logística será um dos que poderá tirar maior proveito da evolução do mercado e dos novos hábitos, embora precise de se reinventar e adaptar à nova realidade. Surgem assim novas tendências para o próximo ano na área da gestão logística, que se tornam, agora, pilares centrais nos planos de evolução das empresas deste setor.

(mais…)

21 Dez 2020
Gestão financeira em tempos de mudança

Gestão financeira em tempos de mudança

Se, inicialmente, se pensava que este cenário pandémico era uma situação temporária, existe cada vez mais a certeza de que muitas destas mudanças vieram para ficar e irão pautar a realidade das empresas no futuro. Se olharmos para a gestão financeira, percebemos que também aqui a mudança foi sentida, obrigando a uma centralização da informação e ao repensar dos processos. Para o futuro existem alterações que se irão manter e que ajudarão as empresas a melhorar o seu funcionamento e desempenho.

(mais…)

01 Out 2020
Vendas multicanal: o presente e o futuro do comércio eletrónico 6

Vendas multicanal: o presente e o futuro do comércio eletrónico

A verdade é que ter uma loja física não significa ter de abdicar desse canal para apostar nos canais online. O objetivo é simples: multiplicar as oportunidades de vendas, oferecendo outras possibilidades para o cliente conhecer e comprar os produtos das marcas. É a possibilidade de colocar a marca junto de uma grande audiência que faz com que os canais online ganhem cada vez mais relevância.

O segredo está na essência multicanal das marcas:

  • A conveniência para o cliente poder comprar a partir de casa com o simples acesso à internet;
  • A possibilidade de comprar através de vários dispositivos móveis;
  • A facilidade de encontrar uma maior variedade de produtos que, muitas vezes, não estão disponíveis nas lojas físicas;

 

Como aproveitar cada canal de venda?

O investimento em vários pontos de contacto com os consumidores é a chave para escalar os resultados de negócio. Com base nesta lógica, as marcas passaram a considerar inúmeros canais de vendas: desde redes sociais ou blogs, até às plataformas de venda online, marketplaces e lojas online da marca. Mas quais são os canais de vendas que acrescentam maior valor a uma estratégia multicanal e como podem ser aproveitados?

Loja física

Desengane-se quem acha que o comércio físico perdeu a relevância. A verdade é que a grande maioria dos negócios físicos sofreu os efeitos da paralisação da economia, fruto do impacto negativo da pandemia da COVID-19, mas as lojas físicas são, ainda, um grande motor do comércio, apesar da necessidade de reestruturação dos modelos de negócio, numa clara adaptação ao digital. É incontestável que o comércio físico continua relevante para quem investe, simultaneamente, no digital. A experiência de compra é o principal aspeto a ter em conta em qualquer modelo de negócio: na loja física há pequenos pormenores que fazem a diferença, como por exemplo a temperatura, a luz, as sensações olfativas ou possibilidade de experimentar, características que o digital ainda não consegue oferecer.

Loja online

Lembre-se de que o principal objetivo de escalar o negócio é tornar os seus produtos mais visíveis e aumentar a rentabilidade, mas para tal é fundamental proporcionar a melhor experiência ao consumidor. Todos os aspetos físicos mencionados acima são substituídos, no online, pela boa usabilidade e organização de conteúdos, rapidez de entrega, política de devolução e experiência de checkout. Comprar em casa, no conforto do sofá, aceder em qualquer dispositivo móvel, a qualquer hora, a uma grande variedade de opções é a grande vantagem do online. Neste canal de vendas, importa ter em consideração o cuidado com a imagem, o tom de comunicação e a política comercial. São estes os aspetos de diferenciação numa estratégia multicanal.

Redes sociais

Não se trata apenas de mais um canal de vendas. As redes sociais são importantes canais de interação entre os consumidores e as marcas. A presença das marcas nas redes sociais é obrigatória: além de atraírem uma grande audiência, simplificam a forma de partilha e consumo através do online. Se por um lado representam uma oportunidade de baixo custo para dinamizar o conteúdo da marca, por outro, são, no fundo, uma forma de criar e partilhar conteúdo relevante para um público mais alargado, permitindo a interação, em tempo real, com potenciais clientes.

Marketplace

Se por um lado a loja online oferece à marca a liberdade de controlar todos os aspetos de vendas – desde os preços, a imagem da marca, as ofertas, a gestão de pedidos, o stock, a faturação ou a usabilidade do site –, o marketplace oferece maior visibilidade e poder de atração, colocando a marca disponível para uma grande audiência.  Por funcionar como um enorme shopping online, as vantagens do Marketplace vão desde o fácil acesso a milhares de clientes, e sem os custos iniciais de lançamento de uma loja online própria, até à vantagem de não existir a necessidade de conhecimentos técnicos.

Implementar uma estratégia multicanal: qual o segredo?

  1. Definir canais de venda: Já vimos que existem várias opções e o melhor é fazer um mix de todas, assim terá mais possibilidades de aumentar as vendas.
  2. Analisar o comportamento de compra em todos os canais: para saber quais os melhores canais e aprimorar os resultados das vendas, é importante conhecer o comportamento dos consumidores – onde compra, como compra, a que horas compra e, claro, o que compra. Essa informação irá dar-lhe os inputs necessários para reforçar as suas vendas.
  3. Definir objetivos: antes de avançar com a implementação de uma estratégia multicanal, defina os objetivos e analise, exaustivamente, as várias soluções possíveis, além dos custos operacionais em cada canal.
  4. Consistência: independentemente do canal, oferecer uma experiência consistente em cada ponto de contacto aumenta a fidelização dos clientes.
  5. Garanta uma gestão integrada: a integração é vital para a implementação de uma estratégia multicanal escalável, flexível e compatível com as exigências dos consumidores. Hoje, os clientes esperam:
    1. Comprar online;
    2. Receber os produtos em casa;
    3. Devolver na loja;
    4. Comparar preços;
    5. Pesquisar na loja online qual a loja física com stock disponível.

 

A resposta a estas exigências está numa gestão integrada de todos os canais de venda. E já existem soluções para isso! As soluções PRIMAVERA da PONTUAL já garantem esta agilidade e eficiência de que os negócios precisam na era digital. Analise a sua estratégia comercial e confirme se já está a aproveitar esta grande tendência do e-commerce.

25 Mai 2020
Comércio: O regresso depois do confinamento 7

Comércio: O regresso depois do confinamento

Se a Covid-19 veio trazer vários obstáculos e dificuldades ao setor do comércio, a verdade é que acelerou certas inovações que já se afirmavam como tendências para o futuro e obrigou os gerentes e proprietários dos negócios a reinventarem-se para fazer face às dificuldades. Numa altura em que começamos a regressar à normalidade, apresentamos algumas tendências que poderão marcar este período pós-Covid:

1. Economia da experiência virtual – Embora a realidade virtual seja já uma tendência crescente no setor do comércio, este período de ausência das lojas físicas fez crescer a necessidade de teste e experimentação dos produtos virtualmente.

2. Compras por streaming – Se a venda através de diretos nas redes sociais já era uma realidade nos últimos meses, este conceito, aliado ao comércio eletrónico, deverá apresentar um crescimento nos próximos tempos, permitindo às pessoas conhecer em tempo real os produtos, podendo interagir de forma a esclarecer dúvidas ou conhecer com mais detalhe alguns pormenores.

3. Companhias virtuais – Na ausência de um assistente de loja pronto a dar uma opinião ou esclarecer as dúvidas, no futuro espera-se o crescimento dos chatbots e dos assistentes virtuais de forma a tornar a experiência de compra mais personalizada e completa.

4. Ambient welness – Os últimos tempos têm chamado a atenção das pessoas para o cuidado com a higiene pessoal, a saúde e alguns hábitos do dia a dia que podem penalizar o bem-estar. Assim, este poderá ser um ponto importante para alguns comerciantes se destacarem, oferecendo uma atenção redobrada nestes pontos mesmo depois da pandemia.

5. A-commerce – A inteligência artificial e a robótica vão começar a entrar cada vez mais no setor do comércio, permitindo uma experiência mais automatizada e que irá diminuir o contacto, o que poderá ser útil em certas condições e negócios.