Virtualização : Faça a gestão e manutenção dos seus servidores de forma simplificada

Virtualização : Faça a gestão e manutenção dos seus servidores de forma simplificada 1

Virtualização : Faça a gestão e manutenção dos seus servidores de forma simplificada

A virtualização seja ela de serviços, aplicações ou de servidores hoje já deixou de ser uma tendência para ser uma realidade em muitos setores e áreas, seja dentro ou fora da área da tecnologia. Podemos definir virtualização como uma forma de executar vários serviços, programas, ou até mesmo sistemas operativos num único equipamento físico. A virtualização possibilita inclusive simular hardwares diferentes num único equipamento, como routers, switchs, servidores, etc.

 

Virtualização : Faça a gestão e manutenção dos seus servidores de forma simplificada 2

Vantagens:

  • Gestão centralizada
  • Instalações simplificadas
  • Facilidade para a execução de backups
  • Suporte e manutenção simplificados
  • Acesso controlado a dados sensíveis e à propriedade intelectual mantendo-os seguros dentro do data center da empresa
  • Independência de Hardware
  • Disponibilização de novos servidores fica reduzida para alguns minutos
  • Migração de servidores para novo hardware de forma transparente
  • Maior disponibilidade e mais fácil recuperação em caso de desastres
  • Compatibilidade total com as aplicações
  • Economia de espaço físico
  • Economia de energia elétrica utilizada em refrigeração e na alimentação dos servidores.
  • Custo: A redução de custos é possível utilizando pequenos servidores virtuais num único servidor ainda que seja mais poderoso em termos de performance
  • Balanceamento de carga: Todas as máquina virtuais estão encapsuladas, tornando-se aumentar o seu desempenho em poucos minutos.
  • Redução de custos: com menos equipamentos físicos permite se gerir o custo com pessoal, energia e refrigeração
  • Melhor aproveitamento do espaço físico: menos dispositivos físicos instalados maior o espaço disponível nos seus bastidores
  • Redução do downtime
  • Facilidade ao migrar ambientes: evita reinstalação e reconfiguração dos sistemas a serem migrados
  • Utilização de uma VM como ambiente de desenvolvimento: possibilita testes em SO’s distintos e, por prover um ambiente isolado, evita que falhas na configuração e/ou execução, ou até mesmo vírus, danifiquem o hardware da máquina